Semiárido mineiro

Ah! Semiárido mineiro!

Quando sopra esse vento forte,

no Cerrado de maravilhosa resiliência,

as suas cores, flores e espinhos!

 

A sua gente,

de sorriso e olhar tímidos,

com as mãos firmes,

o sentimento nobre!

As suas crianças

– ah, meus filhos foram!

O seu forró

– nossa, que forró!

 

Guimarães Rosa:

essa luta pela vida,

pelo povo,

por justiça.

A bondade que se constrói

em meio à dor.

Diadorim e Riobaldo,

linda estória de amor,

não vivida em seus propósitos

(des)encontrados!

 

Ah! Semiárido mineiro!

Com seus chamativos

tão carinhosos,

que tamanha força preciso fazer

pra não acreditar e me manter na razão!

Porque no fundo eu acredito

– desejo? –

que seja infindável esse forró!

(Escrito em 04/02/2018, em hipnagogia – meio acordada, meio dormindo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s