Olhar de estrela

Puseste nela o Teu olhar,

o descansaste em sua pequenez.

E ela em Ti.

Que mais pode haver no olhar desta menina mulher

Se não a Tua grandeza que nele se reflete?

 

Que olhar! Quanta vida!

É de fato a menina dos Teus olhos,

a que Você amou e escolheu,

e a incumbiu de olhar por nós.

 

Olhe por nós, Mãezinha!

Olhe pra nós, Mulher!

Teu olhar restaura, consola, levanta,

enche de vida e esperança o teu povo,

transpassa o coração.

 

Antes que alguém ouse dizer que fareja heresia

a pura expressão da alma,

só posso afirmar da experiência

que teu olhar irradia o brilho de um coração

perseverante no desejo das estrelas.

 

Nosso olhar se desvia para o chão, para o umbigo,

para o enganoso brilho das coisas ou para simples mortais.

Buscam vida e a perdem.

 

E tu? Para ficar na Fonte da Luz,

abstrata e aérea vivias?

Tão atenta, concreta e humana!

Passavas e olhavas para José, sorriso nos lábios.

ternamente fitava teus pais,

com generosidade tua prima e seu bebê,

e solidária teu povo e todos nós.

 

Acolheste o dom de vê-Lo em todas as coisas

E todas as coisas nEle.

Pede pra nós este dom,

Para que permaneçamos no desejo das estrelas

e irradiemos o seu brilho em nosso olhar.

Escrito em 01/02/2017, após a contemplação da Encarnação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s